Cinema

Cinema: Animais Fantásticos e Onde Habitam

Cinema: Animais Fantásticos e Onde Habitam

Um dia, ainda, vou contar aqui a minha história com Harry Potter. É uma história loooonga, mas muito bacana! Hoje eu só preciso falar sobre esse filme maravilhoso!

Assisti “Animais” na terça pós-estréia. Eu estava empolgada, mas terça é dia de meia entrada e essa vida adulta de pagar contas me forçou a esperar alguns dias, senão eu teria ido à estreia. Já que não deu de ir mesmo aproveitei e comprei o baldão de pipoca com o tema do filme. O material é vagabundinho mas eu até que gostei!

Eu não sabia o que sentir. Estava ansiosa, mas com medo, principalmente depois desse lance do “Criança Amaldiçoada” que eu odiei e nem quero me aprofundar muito no assunto. Naquele momento eu não sabia realmente se ia amar ou odiar o filme.

Newt Scamander é um magizoologista inglês que chega à Nova York com sua mala misteriosa. Para os trouxas (ou não-majs) ele só é um excêntrico, mas para a comunidade bruxa… bem, um bruxo excêntrico. Sua vida de aventuras é de certa forma interrompida por alguns animais que fogem da mala e ele precisa recuperá-las. E com essa história somos novamente inseridos no mundo mágico de J .K. Rowling.

Percebemos uma aura obscura no inicio do filme, com algum bruxo do mal atacando pessoas. Também percebemos uma preocupação dos “políticos” bruxos em relação à exposição de suas condições. Os personagens do filme podem parecer parados, mas lembrem-se que eles estão evoluindo e construindo suas histórias diante de nós. Diferente de Harry Potter que já tinha toda uma história narrada num livro esses personagens foram criados num roteiro. Dinâmicas diferentes e resultado bem parecido.

Li coisas bem ruins sobre “Animais”, provavelmente de pessoas que não compreenderam muito a proposta do novo filme. Não posso simplesmente avaliar de acordo com os últimos filmes Harry Potter pois carregam um conteúdo diferente e uma maturidade de histórias diferentes. Mas se formos avaliar “Animais” podemos realmente compará-los com “A Pedra Filosofal”: é uma inserção.

Gostei da composição adulta do roteiro, afinal, os fãs já cresceram e agora repassam o Harry aos seus filhos, sobrinhos e afilhados. Apesar de não ter curtido tanto o personagem do Grindewald eu espero que ele amadureça e cresça nos filmes, assim como Lord Voldemort (que pra mim era super sem graça nos primeiros filmes). Eu amei cada personagem animal que apareceu e cada situação em que eles estavam. Destaque para o Thunderbird, que não tem no manual original, mas ficou lindo no filme e foi uma ótima criação.

De 0 a 10 minha nota é 10. Não apenas por ser uma semi fanática pelo mundo mágico, mas é porque eu realmente acredito no crescimento da franquia. Um filme de qualidade visual que só tende a crescer e acrescer em história para próximas aventuras.

Você assistiu? Vamos trocar uma ideia!

XoXo,
Grazy

No Comment

  • Reply

    Vera Tripari

    8 de dezembro de 2016

    Eu amei o filme, Grazy.
    Achei tudo muito incrível!

  • Reply

    Michelli B.E.

    15 de dezembro de 2016

    Eu também dou nota máxima!! Achei tudo bem maduro, como vc disse, e bem bacana. FOI ÓTIMO ir no cinema ver Animais, fiquei empolgadíssima e ame muito!!

  • Reply

    Grazy Bernardino

    3 de janeiro de 2017

    ♥ Tudo lindo ♥

  • Reply

    Grazy Bernardino

    3 de janeiro de 2017

    É tudo diferente mas tão familiar. Um amor! ♥

Leave a Reply


CAPTCHA Image
Reload Image

Sobre Mim

Sobre Mim

Grazy, 30. Casada com o Robson. Mamãezinha do Shih Tzu Dominic.

Categorias

Últimos Posts

Colares masculinos e como usar?

12 de fevereiro de 2019

Brincos nada básicos

9 de fevereiro de 2019

Anuncie

Anuncie

Posts Populares

Blog Day!

31 de agosto de 2017

Amigo Caneca: Old Mail

19 de outubro de 2015

Pin-me

Leia também

Livro: Doutor Sono

21 de julho de 2015

Extremos

21 de maio de 2015