Série - Dark

Quando comecei a assistir Dark logo percebi que seria uma série bem diferente do que estava acostumada. Uma produção alemã, em língua nativa, a primeira do país para o Netflix que vêm abraçando produções estrangeiras. Mas Dark vai além da representatividade para seu país. Ela é bonita de se olhar e complicada de se desvendar.

A história gira em torno da cidade de Winden e tem inicio no ano de 2019. A cidade se mantém pela energia nuclear da usina local, usina essa cercada de mistérios. Winden tem uma linda floresta com uma entrada pra uma caverna e uma série de túneis. A floresta serve de caminho para jovens que vão e voltam da escola, serve como esconderijo para usuários e traficantes e serve também como pano de fundo do desaparecimento de garotos.

A série se inicia com a volta de Jonas para a escola, afastado após o suicídio de seu pai. Jonas percebe que as coisas não são como no verão e que a menina que ele gosta está com seu melhor (?) amigo. Dá pra perceber que Jonas não está legal: ele tem pesadelos, toma remédios e faz terapia. Ao voltar pra escola ele descobre que um colega desapareceu e não há nenhuma pista do seu paradeiro. Já começa no mistério.


Ulrich, um dos policiais da cidade, passa a reviver o pesadelo da família com esse desaparecimento. 33 anos antes seu irmão Mads também some de forma misteriosa e sem pista alguma. Em algum lugar no asilo da cidade um velho entoa um mantra "vai acontecer novamente". Em uma noite de reunião escolar os jovens vão pra floresta encontrar as drogas do menino desaparecido e o filho mais novo do policial Urich some. Um momento eles estava ao lado de Jonas e de repente não está lá mais. O guri que já estava sequelado fica ainda mais intrigado.

Todos os personagens da série são marcantes e todos são ligados, não apenas por morarem numa pequena cidade, mas por terem vivido situações que os ligam. A mãe de Jonas tem um caso com o policial, que é marido da diretora da escola e pai da garota que Jonas gosta. O policial trabalha com uma detetive que é casada com o terapeuta de Jonas que é filho do velho doido do asilo e pai da garota que sai com o filho mais velho do policial. A filha do policial gosta do Jonas mas é namorada do filho da dona do hotel que é casada com o diretor da usina nuclear e também é filha da antiga diretora da usina.

O que parece apenas uma série de sequestros se transforma em algo bem maior. Mistérios que envolve presente, passado e futuro. Uma usina nuclear e um guri de capa amarela.


Não posso contar mais sobre a série sem contar spoilers. O que posso dizer é que ela tem uma fotografia muito bonita e em tons frios. As músicas que compõe a trilha sonora da série também são muito boas e combinam com cada contexto. Os atores são incríveis e eles te passam tudo aquilo que pretendem: ódio, amor, compaixão e medo. Uma das séries mais bem produzidas, não só pela produção, mas pela história que nos envolve, pois você se vê fazendo ligações e isso é bem legal e está presente já nos primeiros episódios. Envolve. Fascina. E vicia.

Não vejo a hora de assistir a segunda temporada, que já foi confirmada pela Netflix. A série foi aprovada por mim e pelo marido que também ficou empolgado com a narrativa. Você encontra a série no streaming e a primeira temporada tem 10 episódios.


Você já viu? Conta pra mim!

XoXo,
Grazy

7 comentários

  1. Vi e adorei! Também tô ansiosa pela 2a temporada :)

    ResponderExcluir
  2. Eu devorei Dark! Amei muito! Quando vi do que se tratava e era produção alemã, não tive duvidas que eu ia gostar. E to super feliz que vai ter uma segunda temporada. Acho muito legal a Netflix abraçar mesmo produções estrangeiras e sair um pouco só daquela coisa americana/britânica.
    :)

    ResponderExcluir
  3. Olá
    A série apareceu pra mim como recomendação depois que vi Stranger Things. Eu até cheguei a me interessar minimamente por ela, mas tem tantas outras séries que quero ver que acabei deixando de lado. Quem sabe quando a fila diminuir?

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  4. Meu deus, que resenha sensacional! Fiquei louca pra ver Dark, esse negócio de bonito de se olhar e complicado de desvendar é exatamente o meu tipo de conteúdo favorito.
    Obrigada pela indicação!
    beijos.
    http://amandatelo.com/blog/

    ResponderExcluir
  5. Oi Grazy, um amigo meu me indicou essa série ontem ~ e agora eu leio o seu post! Já animadíssima para assistir! Beijo, beijo :*

    ResponderExcluir
  6. eu adorei essa série e amei a fotografia também! eu sou apaixonada pelo clima mais frio e chuvoso, desejei MUITO estar lá, hehe :)

    ResponderExcluir
  7. Olá Grazy! Tudo bem??
    Nossa, comecei a ver esse final de semana e já estou completamente viciada!! Mal posso esperar pelo próximo final de semana para ter tempo de terminar! Amo esse climinha sombrio!!
    beeijo

    https://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir