Série: Zoo

Descobrimos essa série super por acaso. Tínhamos terminado de maratonar uma das séries Marvel (a velhice não me permite lembrar qual), fizemos uma pausa e disse pro marido procurar outra coisa pra rodar no Netflix. Fui pro banho e quando saí ele estava assistindo o primeiro episódio de Zoo pois vira que tinha 5 estrelas.
Zoo é uma série que teve estréia em 2015 e segue os gêneros drama, ficção científica e suspense. É baseada em um livro de mesmo nome escrito por James Patterson.


Quando uma onda de ataques de animais violentos contra seres humanos começa a assolar todo o planeta, o zoólogo renegado Jackson Oz, com sua experiência nos confins da África, terá de descobrir o mistério por trás da pandemia – e Oz terá de correr contra o tempo, pois, à medida que os ataques se tornam mais coordenados e ferozes, diminuem os locais no planeta para as pessoas para se esconderem. - Adoro Cinema

Vou falar abertamente sobre as duas temporadas que assistimos e colocar alguns pontos em cheque e espero não precisar falar sobre os detalhes importantes.
Na primeira temporada temos alguns animais ficando doidos e atacando fora do seu comum. Desde animais domésticos até grandes selvagens africanos. Na narrativa que inicia cada episódio se fala sobre "uma vingança animal" devido aos maus tratos que sofrem nas mãos humanas ou sobre o mal que o humano causa a natureza, e vamos combinar, é verossímil.
Mas na real e na série essa vingança não surge porque os animais "criaram consciência". Eles foram expostos à alguma substância. Seria um vírus? É prejudicial aos humanos? Há uma cura? Diante de tantos avanços tecnológicos não podemos negar que um dia possamos mudar o curso da natureza e até mesmo o comportamento animal, para o nosso bem ou para o nosso fim. Gostei de poder pensar sobre essas possibilidades.


Outro ponto que me fez pensar muito é sobre como precisamos dos animais para manter o curso da natureza em ordem. Surge um momento em alguma das temporadas que se discute a extinção dos animais e que eles sejam recriados através de um projeto denominado "Noé". Confesso que meio que boiei em relação à isso e que os animais seriam criados em laboratório evitando que nascessem sem o fator "ataque feroz". Enfim, qual seriam os prejuízos se os animais fossem extintos? O que seria da polinização sem abelhas, por exemplo? Essa possibilidade me fez pensar que devemos respeitar o que a natureza nos dá!

Eu gostei muito da dinâmica da série e dos personagens que procuram a resposta para os ataques. Temos um grupo bem diferenciado que vai desde zoologistas até repórteres. A produção é bem boa mas não espere altos CG em se tratando dos animais. A segunda temporada terminou de uma forma bem interessante e a terceira temporada já estreou nos EUA, mas não vi nenhuma notícia de quando ela chega no Netflix. Fiquei a fim de ler o livro também para saber como os eventos acontecem na narrativa.

Você já assistiu? Ficou interessado? Conta pra mim!

XoXo,
Grazy

Nenhum comentário