Animação: Até que a Sbórnia nos separe

Fui apresentada ao show "Tangos e Tragédias" a sete anos atrás pelo meu marido, na época recém namorado. Me apaixonei pelo espetáculo romanesco, dramático e hilário! "Tangos e Tragédias" é um espetáculo musical criado por Hique Gomez e Nico Nicolaiewski que ficou em cartaz no Teatro São Pedro, em Porto Alegre, durante 30 anos! É mágico! (se você não conhece eu posso falar sobre ele em uma próxima oportunidade).

Nico Nicolaiewsky faleceu em 2014 e eu nunca tinha ficado tão triste com a morte de alguém que eu não conhecia e admirava pelo seu incrível trabalho. Lembro que alguns meses antes eles fizeram um "Xô" em Itajaí e nós não fomos porque a grana estava curta. Infelizmente nunca mais terei a oportunidade de vê-los juntos (quem sabe no plano espiritual!).

Então dias desse estava zapeando pelo Twitter quando o Hique compartilhou a informação de que a animação "Até que a Sbórnia nos Separe" seria exibida pela HBO, na TV paga. Prontamente procurei a animação na programação e programei pra gravar. Nessa semana eu tive a oportunidade de assisti-lo!


A animação mostra como era o país Sbórnia, um amontoado de terra grudado ao continente por um itsmo, porém isolado do continente por um muro gigantesco construído por pedras vulcânicas. Lá vivia Kraunus e Pletskaya, dois músicos que tocavam na bodega do lugar. A Sbórnia apresenta uma cultura diferente, com dança, sotaque, formas de viver diferentes do continente. Um dia, durante uma partida de "Machadobol" o muro cai e eles descobrem um mundo novo! É claro que o fato transforma a vida dos sbornianos, que de repente descobrem tecnologias e infelizmente, a ganância. Uma história incrível pra quem já conhece o espetáculo e uma animação divertidíssima pra quem está adentrando pela primeira vez na Sbórnia!

Dois amigos e duas visões diferentes sobre o novo mundo. Kraunus é fechado nos seus pensamentos alimentados com Bizuwin (dizem que quem bebe desta flor sabe as respostas para as perguntas que jamais foram feitas), ele é tradicional e chega ao obscuro. Pletskaya é um amante, sofre com todas as forças as dores e delícias do amor. Kraunus não se conforma com a cultura do continente "fazendo a cabeça" dos sbornianos, enquanto que Pletskaya apaixona-se por uma "continental" e por ela vive e morre! 


Dei muita risada, me emocionei em ouvir a voz do Nico e chorei bastante mais pro final. Adorei ver referências às tradições gaúchas, até um pouquinho do sotaque no meio do sotaque sborniano. Tenho uma ligação muito forte com esse espetáculo, com suas músicas, com o drama e comédia! ♥ A animação está sendo super premiada! 

Fica a dica! Assistam "Até que a Sbórnia nos separe" e também ao espetáculo "Tangos e Tragédias", tem vários vídeos espalhados pelo YouTube da apresentação na Praça da Matriz, em Porto Alegre, esta que foi uma apresentação comemorativa em final do ano gravado em DVD (que nós temos em casa!).

Assista e venha me contar!

XoXo,
Grazy

6 comentários

  1. Uaaau, eu não conhecia o espetáculo, nunca ouvi falar, mas fiquei tão curiosa pela animação que já vou procurar um canto para assistir. Volto aqui pra te contar! Beijossss
    www.tobemzen.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafa, é maravilhoso! Venha me contar sim.
      Beijos

      Excluir
  2. Eu a-do-ra-va!!! Nunca tive a chance de ver ao vivo, só acompanhava nas apresentações no Programa do Jô e afins...
    O Sr. Marido não conhece, oportunidade para caçar vídeos no you tube. E agora quero ver essa animação, vou caçar!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia, mas fiquei com muita vontade de ver a animação! Vou procurar também os vídeos no Youtube.

    Beijos!
    Vestindo o Tédio

    ResponderExcluir