Livro: Uma vida entre três cachorros

Estou tentando colocar minhas leituras em dia com o vêm e vai das pessoas aqui em casa. Início do ano é sempre de casa cheia e eu adoro isso. Confesso que queria ter um pouco mais de tempo pra ler. Quero adiantar pelo menos os livros que tenho emprestado, assim já os devolvo e fico com espaço para os meus!


Li "Uma vida entre três cachorros" em apenas dois dias. Adicionei na foto um registro do Dom, meu pequeno e do Dobby, o cão dos meus pais, pois vivo uma vida entre cães e achei que valia adicioná-los no registro. Esse livro conta as memórias de Abigail Thomas, que teve sua vida bagunçada por conta do acidente que seu marido sofreu. Uma noite Rich saiu com seu cão Harry, que se desprendeu da guia a correu para a rua. Rich na tentativa de pegá-lo acabou sendo atropelado e teve uma lesão grave no cérebro: seus lóbulos frontais foram totalmente prejudicados. Rich perdeu parte da memória e não conseguia reter novas memórias. É como a Lucy de "Como se fosse a primeira vez", porém a lesão de Rich é real.


Abigail, ou Abby, passou a se além de esposa uma acompanhante do marido que foi viver em um hospital. Ele passou longos anos até conseguir recuperar um pouco da lucidez. Ela o levava ocasionalmente para casa, mas ele sempre acabava tendo que voltar para a clínica.
Enquanto ela escreve suas memórias e filosofias acerca da vida, perda e ganhos temos três cães em sua vida, que serão sua companhia, que dormirão e acordarão com ela enquanto Rich está na clínica. Abby mostra filosofias acerca da culpa, do continuar a vida e a questão difícil de ser a sobrevivente.


Gostei muito do livro pois me fez pensar como um segundo, um acidente pode mudar completamente a vida das pessoas. Não se trata apenas do acidentado, mas daqueles que convivem com ele. Aprender a reviver, a conviver e a enfrentar os problemas unidos. O livro de Abby é um lindo aprendizado e fico muito feliz por ter lido ele no início desse ano: me renovou as forças, a vontade e a esperança.


"Uma vida entre três cachorros" foi escrito por Abigail Thomas, tem 173 páginas e é distribuído pela Editora Planeta.

Você já leu? Conta pra mim!

XoXo,
Grazy

Dei uma suavizada no topo do blog e gostei mais do visual assim! ♥

15 comentários

  1. Nossa que triste, mas me serviu bem. Tenho uma tia que esta passando por uma situação parecida, acho que seria perfeito pra ela ler.

    Eu Sem Qualidades

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo! É um livro bem curto mas muito enriquecedor!
      Obrigada pela visita ♥

      Excluir
  2. Oi Grazy!!!
    Eu não posso com livros de doguinhos... eu amo muito!!Não importa se é ficção ou não... eu amo! Ainda não li esse... Vc já leu A arte de correr na chuva? é muito lindo!! É ficção, mas é bem legal!
    Esse pareceu que vai me fazer chorar... mas vai pra lista mesmo assim! rsrs

    Bjinhos
    JuJu
    As Besteiras Que Me Contam

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juju, apesar do título ele não entristece pela história dos cães, mas os cães são o suporte para as dificuldades que a autora enfrenta. Me dói livros de doguinhos que morrem, ainda me dói no coração "Marley e Eu". Esse que você indicou ainda não li mas já o vi na livraria!
      Beijos ♥

      Excluir
  3. Uma baita lição de vida né Grazy? Um simples acidente ( a palavra simples é só uma forma de falar RS) causa tantas mudanças na vida do cara, na vida das pessoas mais próximas. Claro nem sempre histórias assim tem um final feliz, mas eu espero que todos esses personagens tenham superado esse pesadelo é viveram "felizes" para sempre. Beijos flor, fica com Deus.

    http://joicyrecco.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joicy. Realmente o livro é uma grande lição, principalmente para pensarmos um pouco sobre tempo e culpa. Quando puder leia!
      Beijos ♥

      Excluir
  4. Ponto um: tenho problema em devolver livros, por isso não empresto das pessoas.
    Ponto dois: não vejo minha vida sem um amigo de quatro patas por perto. Estou prestes a sair do apartamento justamente pela necessidade de se ter um CÃOpanheiro.

    No mais, Grazy, livros assim nos mostram o quanto é importante vivermos sem nos preocuparmos com o que vem depois. Qualquer detalhe pode surgir no caminho e mudar tudo drasticamente.

    beijos
    http://jurodemindinho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô tentando devolver logo que pego emprestado! Hehehehe. Cão é tudo de bom!!!
      E sim Laura, devemos viver o agora, porque o daqui a pouco eu já não sei...
      Beijos ♥

      Excluir
  5. AII esse comentário me deixou com um sorriso ABERTO de orelha a orelha *-* faço muito mais! ahahah obrigada de verdade grazy *—*
    gente esse livros são daqueles que fazem a gente chorar o o tempo todo né? ahahhaha adoro livro assim, faz a gente repensar a nossa vida ahaha adorei a resenha já deixei anotado o nome do livro aqui ahaha

    beijinhos :*
    japona.mairanamba.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maíra, esse livro não me fez chorar, mas me fez pensar muito no agora, no presente. Sabe, em aproveitar as coisas porque não sei quando a vida me dá um susto!
      Beijos

      Excluir
    2. Maíra, esse livro não me fez chorar, mas me fez pensar muito no agora, no presente. Sabe, em aproveitar as coisas porque não sei quando a vida me dá um susto!
      Beijos

      Excluir
  6. Não conhecia o livro, mas fiquei interessada. E é curtinho, não? Vou ler se tiver a oportunidade!

    Beijos.
    Vestindo o Tédio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beatriz! É um livro bem curtinho, dá pra ler em um dia! Eu li em dois, hahahahaha. Depende do tempo e da velocidade da leitura né?! Eu sou meio lenta, hehehehe.
      Beijos

      Excluir
  7. Eu amo livros espirituais assim <3
    Só não consigo ler quando envolvem bichinhos pq fico mais sentida....
    | Sorteio do livro: "Como ter uma vida normal sendo louca" |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro lindo Bela, e os bichinhos não sofrem, só são força para a autora! Leia!!
      Beijos

      Excluir