Cuidar-se não tem idade

Uma florzinha frágil para nos lembrarmos que também o somos.

No início do ano pedi alguns exames para minha ginecologista, incluindo alguns exames hormonais. No meu exame a prolactina deu um pouco alta. Nada preocupante. A prolactina é um hormônio produzido por uma glândula posicionada no cérebro e que estimula principalmente a produção de leite nas mamas. Não era uma disfunção grave e nem cabia tratamento, mas a médica pediu um ultrassom das minhas mamas para garantir que a prolactina não estaria prejudicando em nada a formação das minhas mamas.
No primeiro ultrassom o susto: apareceu um nódulo de 30 mm na minha mama direita. Olhei, reli e fiquei com muito medo, afinal, com 26 anos e um nódulo estranho de 3 cm no seio? Evitei googlar, porque né, pro Google tudo é um caso terminal! No retorno à médica ela me explicou que o nódulo era aparentemente gelatinoso e poderia ser retirado por meio de uma punção. A punção é um procedimento com agulha, que "esvazia" o nódulo em questão. Marquei a punção para maio e tratei de mudar a rotina conforme minha médica prescreveu: evitar o uso do sutiã e me alimentar melhor.
Fiz as duas coisas, só uso sutiã para sair de casa (tenho seios bem pesados)e passei a comer menos gordura (mas ainda como besteira sim, hehehehe).
No dia da punção eu estava super nervosa, afinal tenho uma agonia de agulha. O médico me examinou e acabou não encontrando o nódulo. Procurou no outro seio, nas axilas e até perto das costas. Por fim, passou um laudo de que o nódulo estava inexistente e a explicação dele em frente ao meu pânico era de que o corpo absorveu a substância gelatinosa. A mesma explicação foi dada pela minha médica.
Contei essa história para mostrar que independente da idade devemos cuidar da nossa saúde. Não por sermos mulheres. Mas porque realmente prevenção é tudo! Em frente a essa situação minha médica cuidará periodicamente dos níveis da prolactina e a cada seis meses devo fazer o ultrassom dos seios até ter a idade de passar por mamografias. Tenho casos de câncer na família e é claro que devemos pensar positivo e saudavelmente, porém não podemos esquecer do fator genético.
Ano passado eu já havia feito esse discurso e ressalto: cuide-se! Vá ao ginecologista, faça seus exames preventivos: de toque dos seios, papanicolau e ultrassom. Prevenir é sempre melhor que remediar e ficar de olho no seu corpo é super importante!
Tem medo? Pede pra sua mãe, amiga ou namorado te acompanhar. Relaxe: é o melhor pra sua saúde, pro seu corpo. Incentive as mulheres da sua família a procurar um médico, independente da idade. Prevenir é a melhor solução e a melhor coisa para se dormir bem à noite. Apesar dos sustos que passei hoje sinto mais segurança pelo fato de me cuidar periodicamente. E reforço a todo mundo que se cuide: procurar um médico não é procurar doenças, é cuidar e prevenir qualquer tipo de mal. Aos meninos que possam passar por aqui fica o pedido: incentive as mulheres com quem você convive com os cuidados com a saúde, faça a sua parte! E você, já fez seus exames periódicos? Aproveite as ações do Outubro Rosa e coloque sua saúde em dia!

XoXo,
Grazy

8 comentários

  1. Minha prolactina sempre foi nível hard, chegando a causar amenorréia, então desde a adolescência eu tento cuidar bem da minha saúde e agora que já passei dos 30 a atenção só aumenta. E são cuidados indolores que não tomam nada do nosso tempo, muito pelo contrario, podem nos dar mais tempo...
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né mesmo Ritinha? Melhor cuidar hoje pra não sofrer amanhã!
      Beijos

      Excluir
  2. Poxa Grazy, que susto! =/
    Você tem razão quando diz que não existe idade para se cuidar. Minha mãe se foi de forma extremamente precoce, aos 35 anos. Meu avô, aos 33. Eram cardiopatas. Tenho um pouco de medo em relação a isso, deveria estar me cuidando melhor, mas nem sempre consigo. Às vezes, esse medo chega a me paralisar. Mas ja estou com algumas consultas marcadas, vou dar um bom prejuízo ao plano de saúde pq quero um checkup completão.
    Adorei conhecer seu blog! Não lembro como cheguei aqui, mas amei.
    Um beijo, flor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa sorte nos seus exames Alice, é muito importante a gente manter conhecimento da nossa saúde. Apareça sempre!! ♥

      Excluir
  3. Ter nódulos é mais normal do que vc imagina... Estão relacionados a alimentação/hormônios, também tenho um nódulo no lado direito, fiz a punção e deu benigno... Meu médico disse que um nódulo benigno nunca vira maligno, se for maligno ele já aparece assim, nunca "vira". Mas enfim, é só acompanhar anualmente.

    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O certo é se cuidar sempre Bia! Que nossos nódulos sejam no máximo bolinhas de amor e não de preocupação, hehehe.
      Beijos

      Excluir
  4. É verdade Grazy, temos que nos cuidar, confesso que ano meio relapsa com minha saúde porque tenho verdadeiro pavor de médicos e exames...eis uma berriera na minha vida que tenho que vencer em 2016.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que só hipocondríaco curte médico, hehehehe. Eu sinto um desconforto, odeio fazer exames, mas é só uma vezinha por ano então vale o esforço. Beijinhos

      Excluir