Seis Anos

A seis anos atrás já éramos grandes amigos. Naquele dia 21 ele completava 27 anos, a idade que eu completo esse ano. Lembro que passava "Caminho das Índias" na novela das nove. Depois daquela nunca mais assisti novela. Jantei na casa dele, conheci a sogra e a irmã (o irmão já conhecia das idas ao barzinho). E no dia 22 oficialmente éramos namorados.
Tudo começou no barzinho. Num dia dos namorados em que só os solteiros aproveitavam a noite, já que os compromissados estavam em programas mais românticos que a parceria de copo. Lembro de alguns papos, mas o que me vêm à memória é a discussão sobre a raça da Priscilla da TV Colosso (Sheep Dog, como confirmado numa conversa no MSN). Dali passeios, natureza e fotografia. Muita fotografia.
Ao lado dele e ele ao meu lado altas aventuras. Serra do Rio do Rastro com espessa neblina. Últimos filmes do Harry Potter no cinema. Comidinhas e gordices. Amor por cães. Muito carinho, amizade e amor. Foi ao lado dele que descobri Balneário Camboriú e por termos vivido tantas coisas boas sou apaixonada por essa cidade.
Vai fazer três anos que passamos a viver juntos na cidade que tanto amo. E dali mais e mais aventuras: conhecer o sul do estado, museus e lugares. A chegada do nosso cãozinho. As dificuldades da vida a dois. A solidão de estarmos longe das famílias, mas temos um ao outro.
Hoje somos melhores do que a alguns anos. Respeitamos a individualidade, discutimos os problemas. Viramos um casal de boas. Confiamos. Rimos... Ao lado do leonino a capricorniana aprendeu a rir, até das próprias desgraças.
Nossa vida é cheia de coisas boas. Somos ligados pela mesma família Luz (primos de grau longíquo). Sua mãe e meus pais se dão muito bem, fato pelo qual me sinto iluminada. Adoramos filme. Adoramos animais. Adoramos o Beto Carrero. Adoramos passear. Adoramos comer. Adoramos filme. Adoramos fotografia. Odiamos ricota.
E hoje só quero dizer que amo viver ao lado do meu melhor amigo, meu grande amor. Que venha outros seis-centos, quem sabe.

Praia Brava, lua cheia (como na música do Armandinho). E nós. Numa noite de 2011. (sem photoshop)

XoXo,
Grazy



Nenhum comentário